28 de dezembro de 2007

«Depois de algum tempo aprendes a diferença, a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E aprendes que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começas a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.

Acabas por aceitar as derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. E aprendes a construir todas as tuas estradas de hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair ao meio em vão.

Depois de algum tempo aprendes que o sol queima se te expuseres a ele por muito tempo. Aprendes que não importa o quanto tu te importas, simplesmente porque algumas pessoas não se importam... E aceitas que apesar da bondade que reside numa pessoa, ela poderá ferir-te de vez em quando e precisas perdoá-la por isso.

Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos para se construir a confiança e apenas segundos para destruí-la, e que poderás fazer coisas das quais te arrependerás para o resto da vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que tens na vida, mas quem tens na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprendes que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebes que o teu melhor amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobres que as pessoas com quem tu mais te importas são tiradas da tua vida muito depressa, por isso devemos sempre despedir-nos das pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.

Aprendes que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começas a aprender que não te deves comparar com os outros, mas com o melhor que podes ser.

Descobres que se leva muito tempo para se tomar a pessoa que se quer ser, e que o tempo é curto. Aprendes que, ou controlas os teus actos ou eles te controlarão e que ser flexível nem sempre significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, existem sempre os dois lados. Aprendes que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências.

Aprendes que paciência requer muita prática. Descobres que algumas vezes a pessoa que esperas que te empurre, quando cais, é uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que tiveste e o que aprendeste com elas do que com quantos aniversários já comemoraste. Aprendes que há mais dos teus pais em ti do que supunhas.

Aprendes que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são disparates, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprendes que quando estás com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobres que só porque alguém não te ama da forma que desejas, não significa que esse alguém não te ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprendes que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes tens que aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que com a mesma severidade com que julgas, poderás ser em algum momento condenado. Aprendes que não importa em quantos pedaços o teu coração foi partido, o mundo não pára para que tu o consertes.

Aprendes que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao invés de esperares que alguém te traga flores.

E aprendes que realmente podes suportar mais... que és realmente forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor diante da vida! As nossas dádivas são traidoras e fazem-nos perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.»

by William Shakespeare

26 de dezembro de 2007

Idealizamos tanto uma vida perfeita para nós que, quando finalmente nos apercebemos de que a realidade não nos traz nada dessa perfeição, a nossa queda é tão grande e tão dolorosa que a única força que temos não chega nem para dizer Adeus.

Oficialmente com 28!

Apenas para que fique aqui registado o almoço surpresa a que tive direito no meu dia de anos, organizado pela minha mamã á qual agradeço o facto de estar AQUI!

E a foto mais esperada.... a foto da minha prenda de anos, dada pela Rui. Sim, sim..... mais uma!!!

Foi um dia bem passado e bastante alegre. Na companhia da familia e dos melhores amigos! Vale apena sentir-me um ano mais velha, nem que seja por eles.... ehehhehe

24 de dezembro de 2007

Feliz Natal 2007


Desejamos a todos os nossos amigos, familiares e a todos os nossos estimados visitantes um Feliz e Santo Natal ***

23 de dezembro de 2007

Parabéns a MIM


No dia 23 de Dezembro de 1979, pelas 16h55 nascía, na Maternidade Alfredo da Costa em Lisboa, EU!
Faço hoje 28 anos.... não sei se isso é bom ou mau mas, sei que hoje nada mas, mesmo nada me tira este sorriso estúpido da cara!!!!!

Beijinhos para Todos e especialmente para mim!eheheheh

21 de dezembro de 2007

Um Desejo de Natal


A minha estreia em palco, 17 anos depois.
Sem comentários. Foi bom demais e quero repetir. Adorei trabalhar com todos estes talentosos.
Obrigado Marisa pela paciência, pela dedicação e por acreditares em nós.

20 de dezembro de 2007

I Just Can't Get Enough...

Habitualmente e porque tenho confiança no Rocky, costumo levá-lo á rua sem trela, isto porque se ele se afasta assobio ou berro-lhe o nome e ele vem até mim. Ontem.... correu tudo mal.
Levei-o a passear quando cheguei do trabalho, fez as necessidades dele e quando vou a entrar no prédio, ao invés de me seguir como sempre faz, ele foge. Ok... esperei um bocado porque quando ele não me vê, volta para trás a correr que nem doido. Ontem, ele não voltou....
Fui atrás dele e ele sempre a fugir de mim.... voltava para casa na esperança que ele me seguisse e entrasse no prédio. Entrei em casa sozinha e vim á janela e lá estava ele á porta. Fiquei tão feliz... pensei mesmo que ele tivesse fugido. Estava pronta para pegar no carro e procurá-lo. Saí de casa e fui abrir a porta do prédio para ele entrar... bom, começou a ladrar-me a não queria entrar em casa. Quando ía para agarrá-lo fugiu outra vez. Repetimos este processo umas 5 vezes até eu me FARTAR!!!
Resultado: PASSEI-ME.
Explodi porque o meu estado psiquíco já não é dos melhores e ontem foi a gota de água. Vim para casa com o pensamento "Quero lá saber se queres entrar ou se ficas aí á chuva e ao frio".... Contudo, a minha condição de ser humano com coração mole, não deixou que o deixasse lá ficar muito tempo. Voltei a sair de casa numa perseguição meticulosa... ele parou nos caixotes do lixo a cheirar e eu consegui agarrá-lo pela cauda. Fartou-se de ganir mas ainda ganiu mais quando cheguei a casa e lhe bati enquanto lhe berrava "Dou-te de comer, casa e carinhos e ainda me foges. INGRATO"... como se ele percebesse alguma coisa do que estava a dizer.
Enfim... Rocky está são e salvo em casa mas, aprendi a minha lição e não o deixo mais ir á rua sem trela.

19 de dezembro de 2007

Gosto porque Gosto

Hoje está um daqueles dias que adoro: está a chover e está um frio de rachar.
Gosto de dias assim mas, não para estar a trabalhar. Gosto de dias assim, gosto de estar deitada numa manta, em frente a uma lareira e a pensar nas coisas boas que a vida me têm dado.

Como o Rui está em Braga a trabalho tenho aproveitado que o tempo está mau para vir de carro. De facto, o carro tornou-se em certos casos uma verdadeira preciosidade, expecialmente em dias como o de hoje que não consigo manter aberto o chapéu de chuva por mais que 3 segundos. A caminho dos correios, entrei num cenário de verdadeiro terror, tive a sensação que estava a entrar nalgum cemitério de chapéus de chuva, tantos eram os que estavam no chão: uns partidos, outros irreconheciveís.

De facto, chuva, vento e dia de trabalho não combinam mesmo nada.

18 de dezembro de 2007

Carta ao Pai Natal

"Olá Pai Natal,

Sim, sou eu outra vez. Sei que já te escrevi uma carta a pedir montes de coisas e a ocultar-te as coisas terriveís que fiz este ano só para receber presentes. Bom... esquece tudo aquilo que te pedi. Em troca da máq. de fazer sumos, em vez do cobertor ou do porta-revistas gostava que me desses Paz. Achas possível?
Os dias têm sido verdadeiros tormentos sem saber para que lado me virar. Viro-me para um lado: problemas; viro-me para outro: problemas; olho para o horizonte, pimba, lá estão eles (os problemas) outra vez.
Começo a achar que quando Deus (ou seja lá quem fôr que nos comanda), distribuíu a felicidade eu devia por certo estar a dormir...
Já chega de tanto infortúnio e de tanta mágoa.

Hoje estou naqueles dias em que se tivesse a oportunidade pegava na mala e no Rocky e, sei lá.... ía para bem longe. Melhor que enfrentar os problemas é fugir deles... assim é regra para alguns. Mas, estou farta de tentar resolver problemas que teimam sempre em ser os mesmos.
Têm me valido o teatro, têm me valido a boa disposição que consigo ter ali naquelas poucas horas. Posso ter tido um dia lixado mas, chego ali e pareço que entro numa outra dimensão. Faz-me sentir bem e pudessem as aulas ser todos os dias...

Enfim... BAD DAY!!! VERY BAD DAY!!!

14 de dezembro de 2007

Pesadelo

Estou a ficar doente e não me posso dar a esse luxo. Domingo tenho uma peça de teatro para fazer e não posso ficar doente.

Energias Positivas precisam-se.... (isto porque não sou muito a favor dos medicamentos)!!!!

13 de dezembro de 2007

O Amigo Secreto

Ontem aconteceu o meu 1º jantar de Natal enquanto participante no Grupo de Teatro Nova Morada... o Grupo não podia ser melhor, nem mais divertido. Jantámos na Brasa da Bela Vista em Sassoeiros, onde tivémos que mandar recambiados os deliciosos camarões que nos colocaram na mesa... infelizmente a malta é pobre e contentámo-nos com o pãozinho, a manteiguinha e a salada de polvo. Nada mau... 14 pessoas.... 8L litros de sangria... confesso que só bebi um copito (grande)e ainda bem que não bebi mais... pois estava encarregue de entregar sãs e salvas 3 lindas donzelas e um engenheiro mafarreco.

Depois da barriguinha aconchegadinha com Espetadas de Porco Preto que gentilmente dividi com a Sofia e com o doente do Márcio, foi hora .... (esqueci-me.... comemos primeiro as sobremesas e trocámos os presentes depois ou foi ao contrário??) - a Sangria ainda bate forte aqui destes lados.

Enfim... o meu amigo secreto foi a doce Lara que, após uns golos de Ice Tea se torna maquiavélica...hihihih... Vejam só o presente que ganhei??? Ela estudou bem o meu "perfil"... amante de ponto cruz. Obrigada!!!!

O meu presente foi para a nossa Natalicia... também conhecida por Natalina. Espero que tenhas gostado. Ganda Maluca!!!



Badalhóóóóóóóocaaaaaaaaaaa

O Amigo Secreto

Ontem aconteceu o meu 1º jantar de Natal enquanto participante no Grupo de Teatro Nova Morada... o Grupo não podia ser melhor, nem mais divertido. Jantámos na Brasa da Bela Vista em Sassoeiros, onde tivémos que mandar recambiados os deliciosos camarões que nos colocaram na mesa... infelizmente a malta é pobre e contentámo-nos com o pãozinho, a manteiguinha e a salada de polvo. Nada mau... 14 pessoas.... 8L litros de sangria... confesso que só bebi um e ainda bem que não bebi mais... pois estava encarregue de entregar sãs e salvas 3 lindas donzelas e um engenheiro mafarreco.

Depois da barriguinha aconchegadinha com Espetadas de Porco Preto que gentilmente dividi com a Sofia e com o doente do Márcio, foi hora .... (esqueci-me.... comemos primeiro as sobremesas e trocámos os presentes depois ou foi ao contrário??) - a Sangria ainda bate forte aqui destes lados.

Enfim... o meu amigo secreto foi a doce Lara que, após uns golos de Ice Tea se torna maquiavélica...hihihih... Vejam só o presente que ganhei??? Ela estudou bem o meu "perfil"... amante de ponto cruz. Obrigada!!!!

O meu presente foi para a nossa Natalicia... também conhecida por Natalina. Espero que tenhas gostado. Ganda Maluca!!!



Badalhóóóóóóóocaaaaaaaaaaa

Peça de Teatro Infantil "Um Desejo de Natal" - Entrada Livre


Compareçam!!
Aberto a todas as idades!
Entrada Livre!

12 de dezembro de 2007

A Minha Prenda de Anos...

Bem sei que só faço anos daqui ha uns dias mas, não me apetece esconder por muito mais tempo qual vai ser a minha prenda de anos que o Rui me vai oferecer. Andava desesperada há procura desta boneca (Blythe - Samedi Marche Encore) mas, andava com azar pois não havia ninguem que a vendesse dentro da Europa e que fosse a um preço acessível. E porque a conversar é que nos entendemos, acabei por a comprar a uma menina que ma vendeu. A Annabella que mora ali, do outro lado do rio.

Ainda não a tenho. Vai-me ser entregue no dia 22, para abrir no dia 23.
Que bom..... Estou ansiosa!!

11 de dezembro de 2007

Questão de Tempo

Ando cansada. É um facto e consequência disso é que gosto de ficar mais uns minutitos na cama mas, para isto tenho que abdicar de algumas coisas que faria se me levantasse mais depressa e ficasse menos tempo na ronha. Não sou de sair de casa com as coisas por arrumar, fui assim educada e não é nada que faça contrariada: faço a cama, lavo a loiça que houver para lavar, dou um jeito na sala (endireito as almofadas e o tapete, e tal e tal)... E á custa do meu tal cansaço tenho saído para o trabalho com a cama por favor. Por causa disso surgiu o seguinte diálogo entre mim e o Rui:

R - Esta cama está uma pocilga!
V - Então começa tu a fazê-la!
R - Eu? Porque não fazes tu?
V - Eu não tenho tempo!
R - Não tens tempo??! O que fazes tu em casa durante uma hora??
V - Visto-me!

(daqui surgiu uma enorme gargalhada do Rui porque não sei... devo ter dito alguma piada mas, a verdade é que não levo uma hora a vestir-me, nem sequer me levanto uma hora antes de sair)...

Achei engraçado registar este momento cómico de ontem á noite (ou será que terá sido no Domingo??? vêêm o que o cansaço faz a cabeça de uma pessoa??!?!)

8 de dezembro de 2007

Parabéns Mãe


Chama-se Maria Isabel, nasceu no dia 08 de Dezembro de 1938. É mãe do meu pai e foi ela que me criou desde que eu nasci. Desde que aprendi a falar que a tratava por Mãe. Nunca me deixou faltar nada, especialmente os mimos. Fez-me crescer, fez-me ser solidária e ter um bom coração...
Faria hoje 70 anos.
De nada valeram todas as palavras de ajuda que soltei para o Céu pois, levaram-te de mim tão depressa e tão injustamente e continuo a pensar que estou a dormir e, que quando acordar vais estar do meu lado....
Estarás sempre aqui no meu coração.

***

7 de dezembro de 2007

Está Decidido!


Este ano não queríamos passar a passagem de ano em casa, isto porque queremos sempre prolongar a noite até ás tantas e com os nossos vizinhos seria impossível porque, com sorte teríamos a policia á nossa porta a pedir-nos o silêncio. Assim, abrimos os cordões á bolsa e iremos fazer esta pequena extravagãncia, até porque passagem de ano só acontece uma vez!!
Vamos passar a 00h00 num Restaurante muito bom em Torres Vedras, "O Camelo", é 75€ por pessoa, e vai ser dançar até cair. Depois, para nos prepararmos para a viagem de regresso, podemos sempre aproveitar o Caldo Verde que vão servir ás 4h da manhã. Quem não tiver planos e se queira juntar a nós é favor de dizer, há sempre espaço para mais :D

5 de dezembro de 2007

Planeamento

Pessoalmente não sou uma pessoa que pense muito a longo prazo. Gosto de ir vivendo um dia de cada vez, sem me preocupar com o dia seguinte. Contudo e, porque em tudo há excepções, descobri que há certos assuntos que prefiro pensar no futuro e antecipar eventuais problemas que possam surgir e resolvê-los. Isto tudo porque, para o ano estamos a pensar em aumentar a Familia! Decidi por isso marcar uma consulta, a minha 1ª consulta de Planeamento Familiar. Tenho 27 anos e pareço uma retrógada.... esta consulta deveria ter sido feita aquando do inicio da minha actividade sexual... upss.... De qualquer das formas fui á consulta para fazer o devido check-up. Queria ter a certeza de que estaria tudo bem para podermos "avançar". Eis o relatório da minha médica "Tem Luz Verde para engravidar quando quiser". Ai que bom. E, porque um Filho não é como uma viagem ao Barreiro ou uma ida á Baixa que podemos ir sem qualquer tipo de planeamento, estamos a seguir todos os passos para que nunca nos arrependamos no futuro de decisões precipitadas.
Infelizmente não temos grandes ordenados e ambos sabemos que um Filho nos trará grandes encargos financeiros bem como um grande peso de responsabilidade mas, haverá maior felicidade que partilharmos juntos o nascimento de um filho, fruto de um grande e sincero Amor?? Para mim não! Para o Rui também não. E estou certa que o Rocky ficará feliz por ter alguém da mesma altura com quem brincar ;)

Xutos & Pontapés

Não preciso de dizer mais nada. Tivémos que comprar os bilhetes com 1 mês e tal de antecedência porque não podíamos ficar de fora deste evento.

3 de dezembro de 2007

A nossa Árvore de Natal

Todos os anos era tradição na Casa dos Saraivas (casa dos meus avós paternos) montar-se a árvore de Natal nos anos da minha Avó (dia 8). Era sempre uma emoção nós os 3 a irmos buscar a árvore, as caixas dos enfeites de das luzes. Todos os anos o meu avô corria ao Jumbo para comprar lâmpadas novas pois as luzes ficavam tão bem arrumadas que volta e meia haviam meia dúzia fundidas. Entre fitas, luzes, bolas e outros artefactos natalicíos lá enfeitávamos a nossa árvore em Familia.
Com o nascimento do meu irmão houve coisas que se alteraram, especialmente quando o Miguel cresceu e começou a achar que conseguia fazer coisas que, nós adultos fazíamos. Podem imaginar um miudo com 2 anos a tentar trepar a uma árvore de natal com 2mt para colocar a estrela no topo.... enfim. Nos últimos dois anos a tradição começou a desfalecer... talvez assim como a minha avó :( e o meu avô montava sempre a árvore com o meu irmão... ficava triste quando lá chegava e via a árvore montada e montada antes do tradicional dia 8.

Depois de alguns minutos em árdua luta com a colocação das luzes e enfeites parece que finalmente temos a nossa árvore montada na nossa pequena sala de jantar. Já tem alguns presentes mas, aviso já que são prendas para os animais da Familia. Nós na nossa familia não damos só valor ás pessoas mas aos animais também, especialmente áqueles que nunca nos abandonam.

30 de novembro de 2007

6 meses depois...

Acho que não vou conseguir aguentar por muito mais tempo. "Sê forte", "Tens de ser forte pelo teu avô", frases como estas continuam vivas na minha cabeça e sem perceber bem porquê tenho-as seguido fielmente. Não percebo porque tenho de ser forte perante uma pessoa que se manifesta fria e distante junto de mim. Tenho saudades de ligar todos os dias lá para casa e, no teu passo lento lá me atendias o telefone. Por pouco que falássemos, era bom sentir-te aqui comigo. Hoje, ligo para o mesmo numero e são raras as vezes em que consigo falar com alguém. Quando consigo falar é apenas para trocar cumprimentos cordiais e para saber como estamos os dois.
Não consigo fazer mais e não consigo ser mais forte. Quero que as coisas aconteçam e quero que o meu Mundo desabe. Está mais que na hora de mostrar que me fazes falta e que tou farta disto tudo sem ti.

Vinha no comboio a olhar para o céu e perguntava-me a mim mesma se estarias a olhar para mim mas, porque estarias no Céu a olhar para mim? Devias estar aqui. Ignorei a tua doença assim, como hoje e, seis meses depois, insisto em ignorar que tenhas partido. Simplesmente, não consigo acreditar. Não quero aceitar. Há imagens que não me saem da cabeça e, as minhas insónias têm aumentado. Acordo com vontade de ir a casa do avô, subir ao teu quarto e abraçar-me ás tuas roupas. Acordo e percebo que não estás mais aqui comigo. Sabes o quanto isso dói?

Há 6 meses atrás, por esta hora, estaria sentada no sofá vermelho da sala de jantar, agarrada a manta que te acompanhou na tua doença, batenda com o pé no chão de tanto nervosismo e, com um pacote de lenços que não parecia chegar para a dôr que queria não sentir. Mantive imovél naquele sofá onde a única coisa que me apetecia fazer era dar murros na parede e gritar ao Mundo o quão injusto "Alguém" estaria a ser comigo.

Preciso de ti, por favor......

28 de novembro de 2007

Tic, Tac, Tic, Tac


O tal relógio que dizem ser Biológico já dá horas, minutos e segundos...

27 de novembro de 2007

Descobri o Tal Segredo dos Saltos Altos

Hoje acordei decidida a arriscar e a fazer figura de otária se fosse preciso. Calçei os meus sapatos com o tal salto que eu achava que se podia entalar entre as pedras do passeio. Bom, confesso que os trouxe na mala, e até á paragem do comboio levei as minhas sempre fieís sabrinas. Depois, quando cheguei ao trabalho troquei. Entrei em pânico quando chegou a hora do almoço (almoço implica sair do trabalho, onde o piso é liso e ando facilmente com saltos).... cheguei ao banco - sem problemas; cheguei aos correios - sem problemas; regressei ao trabalho - sem problemas. Conclusão: PROVA SUPERADA. Essa treta de que os saltos ficam entalados entre as pedras do passeio é balelas...... hehehehe
Na foto: os meus sapatos... os tais saltos....

26 de novembro de 2007

Aí vão eles...

Como parece que de ano para ano o Espirito do Natal chega sempre mais cedo, decidi pôr mãos-á-obra e tratar dos habituais envios natalicíos para a familia e amigos mais próximos. Fui hoje aos correios deixar cerca de 20 envelopes. Espero que gostem!
Por isso, atenção á vossa caixa do correio. Em breve irão receber um envelope igualzinho a este.

22 de novembro de 2007

Os nossos Sósias

Já tinha visto estas experiências em vários Blogues e decidi também eu procurar os meus sósias. Aqui ficam os nossos resultados. Tentei fazer o do Rocky mas, felizmente o nosso cão é Único.


Se quiserem experimentarem vão a My Heritage

O Segredo dos Saltos Altos

Tenho um drama, daqueles dramas que só eu pareço ter. Não sou muito adepta dos saltos altos, tenho uns quantos sapatos assim meio "assabrinados" e depois outros (dentro do estilo dos sapatos da foto) com um salto fininho mas, no máximo, com cerca de 2,5cm. O meu problema está em andar com eles no passeio, tenho sempre a sensação que o salto vai ficar entalado entre as pedras e eu ando e o sapato fica para trás. Imaginem a vergonha caso isto aconteça em plena hora de ponta!!?!?!??!?!
Sinto uma inveja danada das tipas que andam com saltos maiores e mais fininhos e nada lhes acontece, andam naquilo como se estivessem a andar num piso completamente liso, sem falhas, sem buracos, sem armadilhas... Enfim, há algum segredo para andar nestas coisas sem fazer figura de otária???
A minha mãe está-me sempre a dizer: "Filhota, tens 28 anos és uma mulher, devias vestir-te como tal, nem que seja só no trabalho". Pois, também concordo com ela mas, os meus tennis e as minhas sabrinas não me fazem temer os buracos dos passeios! Ok??!

21 de novembro de 2007

O medo de ir...

Este Sábado vai acontecer o almoço de Natal da empresa do Rui que, se vai realizar no Porto e, eu também vou poder ir. O ponto de encontro está marcado para as 8h30 e dali seguimos todos em autocarros alugados pela empresa. E é aqui que nasce o tal problema... com tanta trágica noticia de acidentes com autocarros de turismo já começo a ganhar um certo medo. Porém não posso deixar de apontar aqui que muitos dos acidentes que acontecem são os próprios motoristas que os provocam. Como condutora e não só, tenho visto muitas coisas que não gosto e uma delas é os malditos autocarros meterem-se á frente dos automobilistas sem qualquer aviso prévio. Porque são grandes, porque são transportes públicos acham-se donos e senhores da estrada mas, isto não é bem assim. Eu considero-me uma condutora bastante educada mas, se abusam da minha generosidade buzino logo. A verdade é que quando um autocarro quer mudar de faixa ou algo parecido não se preocupam se lá vem algum veículo, se vem depressa, se vem devagar... o que interessa é que o autocarro é grande "eles se quiserem que travem", é a tal porcaria... bateu por trás é culpado....

20 de novembro de 2007

Sorte Precisa-se

Lembrei-me que hoje pode vir a ser um dos dias mais importantes (pronto, importante também não digo mas, sim Especial) da nossa longa caminhada: se tudo correr bem e o Rui se decidir a passar neste exame que vai fazer hoje, pode finalmente, dizer Bye Bye á escola. Se passar, tem o Curso por terminado e acabaram-se as noitadas a estudar e livros para ali, e cadernos para aqui....

Boa Sorte Lindo ***

P.S. Eu também preciso de um pouco de sorte... ou sorte ou talvez um bocadinho de jeito: tenho 5 dói-dóis nas minhas mãos e todos eles feitos em menos de uma semana. Digam lá se eu não sou um autêntico desastre em movimento?!?!

17 de novembro de 2007

Os azares não acontecem só aos outros...

Se há coisa que me irrita é quando quero que tudo saia bem, pimba.... sai tudo mal. Não sou nenhum ás na cozinha, safo-me a fazer ovos estrelados, empadão, esparguete, arroz e mais umas coisitas que exijam pouco da minha sabedoria culinária. Os doces então saem-me quase sempre bem.... infelizmente, até hoje a porcaria do doce que costumo sempre fazer e sai sempre bem, hoje deu para o torto. Ao desenformar aquilo escorregou-me da mão e o resultado é meio doce inteiro, meio doce desmanchado...
Depois, aventurei-me a fazer rissóis. Fiz uma pesquisa no google e comecei a fazer a 1ª receita que me apareceu. Pelo aspecto até parecem apetitosos não concordam, quanto ao sabor deixo-vos o seguinte comentário de quem provou o 1º:
"Arghhhhhhhhhhhhhhhhhhhh".

13 de novembro de 2007

Quasi Pronti

Finalmente a nossa barraquita está quase quase pronta. Aproveitei as férias para acabar de pintar a varanda, de forma a poder receber a nossa Lolita. Sim, sim, a nossa Lolita, a nossa máquina de lavar roupa. Finalmente, acabaram-se as idas á casa da sogra e á casa do avô para deixar a roupita badalhoca a lavar. Não há nada como a nossa casinha.
Esta é a Lolita, uma Whirpool, Classe A, gasta 44litros de água por cada lavagem e é muito muito eficaz.

È com muito orgulho que partilho com vocês a foto da primeira roupita que foi lavada na Lolita.... cheira tão bem!!!!!

12 de novembro de 2007

As Patetices...


Fico feliz por o Rui ter chegado aos 30 mas continuar a fazer-me companhia nas patetices. O único senão é que engordou 5 kilos e isso já se começa a notar...

8 de novembro de 2007

Voltámos.....

Pessoal, já estamos em LISBOA!
Chegámos ontem eram 17h, viémos por causa dos treinos de futsal do Rui e do meu curso de teatro. Agora, vamos descansar um bocadinho e prometemos voltar em força e com muitas novidades muito em breve.

Beijinho a todos****

5 de novembro de 2007

A Inquestionavel Existência do Tanque

Ontem eu e o Rui tivémos uma pequena discussão, isto tudo por causa do tanque que temos na varanda... sim, sim, um tanque daqueles antigos para lavar a roupa á mão. Bom, ontem fomos a mais um passeio: Vila Real, Lamego, Guimarães e, na vinda para casa levantei este tema. Ist, porque o tanque não me faz falta porque em breve vou comprar a tão preciosa máquina de lavar roupa e se tirar dali o tanque ganho imenso espaço para arrumação que, na nossa casinha (como alguns de vocês jã conhecem) não é propriamente cheia de sitios próprios para arrumar tralha. O problema é convencer o Rui a desistir de ter o tanque na varanda. Pedi-lhe que me inumerasse 5 vantagens de termos um tanque em casa. Aqui ficam elas:
1* Dá para arrumar os meus tennis
2* Dá para dar banho ao cão
3* Dá para plantar plantas
4* Dá para lavar á mão roupa grande (ele deu o exemplo de cortinados)
5* Dá para pôr o bacalhau de molho

Enfim, estamos em pleno Séc.XXI e haja alguém que me convença este marmelo de que o Tanque já é utensilio pré-histórico!!!!


Beijinho e Obrigada *****

3 de novembro de 2007

850kms

Chega ao fim o 3º dia das nossas férias e o nosso Boguinhas já conta com quase 900kms em cima. Pobrezito, acho que lhe vou ter que mudar os sapatos ainda antes de voltar para Lisboa. Tem sido o nosso fiel companheiro e para o recompensarmos pelo esforço, fomos ontem a Salamanca atestar-lhe o depósito; aproveitámos, pois em Espanha a gasolina é mais barata 30 cêntimos. Após atestar o tanque do nosso bóile, fomos almoçar a uma tasca horrorosa em Vilar Formoso, um tal "Stop Tir". Bom, pagámos pouco mas fomos muito mal atendidos e a comida era crua e vinha fria. Adiante porque nem só de tristezas se resumem as nossas férias. Temos visitado inúmeras terrinhas aqui ao pé: já fomos a Viseu, Almeida, Fornos de Algodres (terra do meu avô Henrique), Guarda e Figueira Castelo Rodrigo.
Podem sempre ver o nosso diário fotográfico Aqui.

Por aqui nos despedimos, porque tá na hora de bebermos o nosso cházinho e cama!

Deixamos aqui um beijinho grande aos nossos grandes amigos, João e Cláudia, Ricardo, Carla e ao nosso Rocky..... sentimos saudades vossas.




P.S. Sofia Henriques..... acho que me recordo de ti, tinhas um irmão... creio que se chamava Nuno, andámos juntas na Fonseca Benevide... certo? Deixa-me o teu email para falarmos mais.

1 de novembro de 2007

Já chegámos

330kms. 3 horas.
A alvorada foi ás 6H15...fizemos as malas, arrumámos a casa e seguimos ansiosos por estarmos finalmente a gozar umas férias merecidas. Apanhámos a A1 até Aveiras e a partir daí foi sempre a andar pelas nacionais até aqui, á Abrunhosa-a-Velha.
Nós chegámos bem...
e as miúdas também.

31 de outubro de 2007

Mais Férias!!!

Vamos finalmente usufruir dos últimos 15 dias que temos de férias. Então vamos aproveitar ao máximo os 5 dias livres que temos, durante amanhã e até ao próximo dia 6 vamos estar Aqui, na casa dos meus Tios. Depois voltamos para Lisboa mas, continuamos de férias, isto porque o Rui ainda não se livrou da escola e tem mais um exame em Novembro. Voltaremos á carga no trabalho só no dia 19. Até lá, o pequeno Rocky ficou nos meus "sogros" isto porque o papá e a mamã também andam a precisar de uma folgazita deste pequeno traquina!
Deixo-vos aqui uma foto que começa a ser habitual lá por casa... neste caso o Rocky intituilava-se o "Guardião das Blythe". Ultimamente, gosta de se empoleirar no braço do sofá a olhar para a rua.....


Voltamos em breve....

30 de outubro de 2007

Solamente una foto

Podem não acreditar mas, esta foi a única foto que tirei na festa de anos do Rui. A animação começou na nossa casa, com a recepção de 15 pessoas. Nada mau, uma casa tão pequenina conseguiu aguentar com aquela animação toda. Fiquei contente por as coisas terem corrido melhor do que planeámos. Aproveitei o bolinho que a minha mãe me mandou, espetei-lhe as velas já usadas de 5ªfeira e pimba, fechámos as luzes e cantámos os Parabéns ao Trintão.
Na foto: O Ricardo (lado esquerdo) e o Rui todo entusiasmado por ter entrado na casa dos 30!!!

Dali, saímos para o Restaurante David da Buraca onde jantámos. Para ilustrar como foi o resto da noite, vou esperar que a Cláudia nos envie umas quantas fotos....
Já viram um sapo a cantar??? (e mais não digo)

Livre Trânsito

"Tenho sido um cão muito obediente. Faço o que me mandam e se falho ás regras impostas já sei que levo com o chinelo e não me posso queixar. Mas, não basta ser obediente também mereço uma recompensa e fruto da minha forte obediência é que já ando na rua sem trela. Sim, sem aquela maldita trela que me estrangula o pescoço, ainda se a minha mamã tivesse a minha pedalada....
No Domingo á tarde fui á praia da Cruz Quebrada... bom não é nenhum paraíso mas, foi a minha 1ª ida á praia e adorei. Corri, corri, corri, fugi das ondas que teimavam em perseguir-me, sujei o pai, sujei a mãe... enfim, diverti-me e nunca saí de ao pé deles. Só quando vejo uns caninos como eu é que me perco um bocadinho mas, ainda assim, quando oiço aquele mitíco assobio, caio na realidade e volto para junto dos meus papás. Sou um cão feliz, acho que deixo transparecer isso com toda a sinceridade.
Lambidelas,
Rocky"

29 de outubro de 2007

Rocky - ao vosso dispôr

"Olá, hoje estou aqui para mostrar-vos a minha nova façeta. Descobri recentemente, num desses programas de caça-talentos, que tenho um dom especial para Mordomo. E tive a minha prova final no Sábado e sabem porquê? Porque o meu papá fez anos e ele juntos os amigos dele lá em casa e adivinhem quem os ía receber á porta???!!! Ah pois é!!! A minha mamã enfeitou-me com este lenço (diz que fico muito parecido com o Tim, vocalista dos Xutos & Pontapés). O primeiro dos convidados a chegar foi o Ricardo que recompensou o meu profissionalismo com um osso. Os outros não me deram nada porque depois de me darem o fabuloso osso, descobri que tinha mais talento para ser cão.

Lambidela para todos,
Rocky"

Alguns a zero....

Começou no Sábado passado o campeonato de futebol das escolinhas na zona de Lisboa. Neste momento o meu mano joga pelo FOOT21, com campo em Alfragide. E é guarda-redes titular. O 1º jogo foi contra o Sporting e começou bem. O árbitro não apareceu, pelo que tiveram que pedir gentilmente a um pai de um dos jogadores para arbitar o jogo, depois ao contrário do que é normal, as pessoas foram obrigadas a ver o jogo aos quadradinhos, atrás do gradeamento e das redes pois, parece que houve "porrada" no jogo anterior e o Clube quis precaver situações parecidas. Eu como o meu estatuto de reporter fotográfico consegui "furar" a barreira e pude fotografar o meu mano em acção.

Aqui, o meu mano, de amarelo e o Tiago o outro guarda-redes.

26 de outubro de 2007

A nossa máxima

Alguns já devem ter reparado mas, apartir de hoje temos banda sonora constante no nosso cantinho e, apesar de termos muitas musicas que nos são especiais, esta é para mim a que mais traduz o nosso caminho até aqui e, o caminho que teremos daqui para a frente.
Há quem conheça de trás para a frente a nossa história e, para essas pessoas deixo aqui um beijinho. Obrigado por acreditarem em nós, finalmente "chegámos onde queríamos chegar" e, agora que chegámos... ninguem nos VAI PARAR!!!

É muito mais forte!!!!
É o nosso sonho!!!!!!!

Deixo-vos aqui o link para um vídeo da música que encontrei no youtube: http://br.youtube.com/watch?v=5PP1HEFlkdY

150 dias depois...

"Tenho pensado no triste acaso que é ir a tua casa e nunca te encontrar por lá. Provavelmente, saíste para algum lado, fazer umas comprinhas ou simplesmente dar uma volta para esticar as pernas. Não deves tardar mas, hoje não posso esperar. Tenho de ir. Volto noutro dia e espero encontrar-te porque estou com imensas saudades tuas."

Acho que é assim que me tenho defendido do desgosto de perder uma amiga. Uma grande amiga. Uma grande mulher e acima de tudo uma Grande Mãe. Ensinou-me tudo o que sei e sou tudo o que ela quis que eu fosse. Desde que a deixei de ver que mudei. Tornei-me uma pessoa ainda mais humana e, ainda mais preocupada com os outros. Tenho-me dado a acções de solidariedade, tenho-me inscrito em actividades que a possam de alguma forma deixar orgulhosa de mim. Tenho cuidado do meu avô como lhe prometi e tenho-me esforçado por estar sempre presente na vida da minha (outra)mãe.
"Sabes o que sinto mais falta, sabes? É de te tocar. De te agarrar a mão, de me deitar no teu colo e adormecer. Fazes-me falta e tenho raiva das pessoas que deviam ir e não vão. Não acho justo. Há tantas pessoas que se fossem ninguem lhes iria sentir a falta.... já tu......Quando vou ver o avô, subo sempre ao teu quarto e sento-me na cama, na mesma cama que invadia todos os fins-de-semana de manhã quando era mais pequena, aninhava-me do teu lado e ali ficava mais 1 hora, antes de nos levantarmos todos para irmos a Algés. Até disto tenho saudades. A cama tá vazia e a tua almofada o avô guardou-a".

25 de outubro de 2007

Parabéns Trintão!!!


Hoje, acordei com uma criança do meu lado. Acordei com um entusiasmo imenso, acordei com uma vontade enorme de poder, mais uma vez, gritar "Parabéns Amor". Ainda que todos os anos a emoção seja a mesma este ano tornou-se mais importante. São 30 anos! Dizem que é nesta idade que nos tornamos verdadeiramente adultos e prova disso foi a pequena entrevista que lhe fiz, depois de lhe ter oferecido um pastel de natal como bolo de anos (sim, sim, teve direito a velas e tudo):


Vanda - Então agora que chegáste aos 30 anos, o que esperas da vida?
Rui - Hmmm, quero ter um filho e fazer uma viagem.
Vanda - E qual queres fazer primeiro?
Rui - O filho (durante a viagem)!!!


Parabéns Lindo!
Um dia cheio de sorrisos para ti que bem os mereces *****

24 de outubro de 2007

Prazo de Validade!!

Dizem por aí os Bloggers mais especialistas que ás 4ªfeiras é dia de Magical Pieces, ou seja, dia de falarmos um bocado sobre nós. Não que eu não o costume fazer mas, hoje tem mesmo que ser.
Tenho um exame para fazer, um exame que sem credencial teria-me custado 300€. Eu como não tenho pais ricos, mas tenho conta no BES. Fui á minha médica de familia e com amabilidade pedi-lhe a tal credencial mágica que me faria poupar 265€. Assim foi... até aqui não levantei nenhuma dúvida. O problema foi quando hoje ía fazer o exame a sra. do guichet disse "Desculpe mas não vai poder fazer o exame. A validade da sua credencial expirou em 30 Julho" Hãããããã!??!?!?!? Expirou?!?!?!??! Isto tem prazo e ninguem diz nada???? Alô????!!!! Vandinha!?!?!? Ès mesmo bronca!!!!
Pronto, já falei de mim. Sou bronca, burra, inculta porque não sei que as credenciais de exames médicos tem prazos de validade.

Alfineteira em Concurso

"Não consegues estar quieta 5 minutos?"
"Bolas, não páras um segundo!"
Estas são algumas das frases que mais entram nos meus ouvidos. Não me auto-intitulo de hiper-activa, descanso sempre que posso e adoro dormir ou simplesmente ficar a vegetar no sofá da sala. Mas, quando tenho energia sou incapaz de parar quieta por 2 minutos.... é mais forte que eu e, num desses dias criei esta alfineteira. Foi uma criação propositada para entrar num Concurso que está a decorrer no
Clube de Aniversário. Se a minha ganhar vou ter direito a um "prémio" surpresa. Podem votar na minha pregadeira, aqui.

22 de outubro de 2007

Foi um gastar de dinheiro....

Este Sábado, como habitual de manhã, fui á Praça de Algés para as comprinhas, na volta para o carro passei numa Loja que desconhecia totalmente. Chama-se "Arte Minima", entrei e fiquei encantada... tanta coisa bonita. Confesso que me perdi. Comprei feltro grosso para os enfeites de natal, fio de algodão, contas, um x-acto e mais umas traquitanas.

Acho que valeu bem apena o dinheiro gasto. Gosto muito os meus enfeites. Vão ser especialmente para enfeitar a minha 1ª árvore de natal em conjunto com o Rui na nossa casa.

O Espirito Natalicio sempre foi muito importante para mim. E ainda não me apercebi que este ano vai ser diferente de todos os outros.... Aliás, ainda estou a sonhar. Não me acordem, por favor

Troca "Enfeites de Natal"


O Clube de Aniversário está a organizar mais uma troca, desta vez a "Troca Enfeites de Natal". Eu já me comecei a preparar este fim-de-semana e a pequena Matilde deu uma ajuda.
O que acham?

Troca Découpage

Aqui fica o resultado de mais uma Troca em que participei, organizada pelo Clube de Aniversário. Uma das minhas parceiras foi a simpática Débora, ficam as fotos do que ENVIEI:

e do que RECEBI:

19 de outubro de 2007

Entrevista a um Cão-Contente

Após 3 meses em estadia na casa dos seus novos "familiares", Rocky sente-se agora um cão renascido e pronto para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia, tais como, aguentar 10 horas sozinho em casa, ter que se entreter a roer a carpete da cozinha ou os pés das cadeiras. Foi uma entrevista engraçada, cujo excerto deixamos aqui:

RA = Revista Anónima
RC = Rocky Contente

RA- Então Rocky, o que tem a dizer dos seus novos pais/donos?
RC- ão, ão, ããããoooo, ããããããooooo!
RA- Muito bem. Obrigado pelo tempo dispendido nesta entrevista.
RC- ããoo, ããoo!

(não estavam mesmo a pensar que o nosso cão iria falar pois não?)
DAHH!!!

Hoje faz 3 meses que estávamos a caminho do MOntijo para irmos adoptar o pequeno Jimmy que, horas depois baptizámos de Rocky! È um cão cheio de força, força para a vida, força para ter conseguido agarrar a 2.ªoportunidade que lhe foi dada.
Adoramos-te Rocky!Muito, muito, muito. Esperamos que estejas feliz do nosso lado porque nós não temos dúvidas de que adoramos ter-te por perto ;)

É Lindo DEMAIS!!!!


Kokas + Xu (entenda-se "Miss Piggy") FOREVER!
"...o meu amor és Tu"

17 de outubro de 2007

O Amor é o Amor

"O amor é o amor e depois?
Vamos ficar os dois
a imaginar, a imaginar?

O meu peito contra o teu peito
cortando o mar, cortando o ar
Num leito
Há sempre espaço para amar!

Na nossa carne vivemos
sem destino, sem medo, sem pudor
e trocamos - somos um? somos dois?
espirito e calor.
O amor é o amor e depois?!"

Este foi o poema que ontem decorei em 15 minutos para poder subir ao palco "interpretá-lo". Acho que a prestação correu bem, na 1ª volta tive uma branca e fiquei com as mãos contra o meu peito á espera que me viessem as palavras... mas, não vieram. Na 2.ª volta consegui fazer tudo bem, pelo menos assim a Professora o entendeu!.... A ver vamos pela próxima aula. Cada dia estou mais entusiasmada com aquilo.

P.S. Escrevi o poema sem nenhuma cábula.. o autor do mesmo é o meu poeta favorito, Alexandre O'Neill.

16 de outubro de 2007

Desafio

A Marta lançou-me este desafio e eu aceitei. Aqui fica o meu resultado

Que estavamos a fazer há 10 anos atrás?
Confesso que não faço a minima ideia, na altura ainda nem sequer conhecia o Rui, portanto deveria estar em casa a ouvir musica e a fazer os trabalhos de casa, ou na Escola a ter uma disciplina horrenda.

O que estávamos a fazer o ano passado?
Hmmm... o ano passado, estaria a fazer exactamente aquilo que faço hoje. Sentada a uma secretária, no meu emprego.


5 Snacks que gostamos?
Bollycao, Rebuçados, Pastilhas, Bolachas com Doce e Batatas Fritas

6 letras cujas letras conhecemos de cor?
Qualquer música de Xutos e Pontapés, "Yellow" e "Clocks" dos Coldplay, "Problema de Expressão" e "Sopro do Coração" dos Clã, "Lua" do Pedro Abrunhosa e "Só Gosto de Ti" dos Heróis do Mar.

5 Coisas que nunca voltariamos a vestir/calçar?
Galochas, Collants (daqueles que usámos quando eramos crianças, saias "colegiais", sapatos vela e t-shirts XXL

5 Brinquedos que gostamos?
Computador, Mp3, Tachos e Panelas, Peluches e as minhas Blythes

Deixo aqui o desafio a todas as meninas que ainda não o fizeram e que o queiram fazer.

15 de outubro de 2007

O Pequeno Elemento


Este é o Tomás, o pequeno chihuahua que muitos de vocês já conhecem... o pequenito está quase a fazer 1 ano e a verdade é que não consegui nutrir por ele o mesmo sentimento que tenho hoje pelo Rocky. Sou uma pessoa que adora animais. Se tivesse dinheiro, espaço e tempo dedicava-me a dar uma 2ª oportunidade a todos aqueles que foram abandonados e que fazem da rua a sua casa mas, como não tenho essa possibilidade dei a oportunidade apenas a um, o Rocky. Talvez olhe para o Tomás como um pequeno cifrão... afinal, foi um cão demasiado caro para os meus ideais. Foi-me oferecido e jamais o rejeitei mas, quando o fim-de-semana passado fiquei com os dois a verdade é que sempre dei mais atenção ao Rocky do que ao pequenito... e ás vezes parecia que ele me olhava com um ar infeliz, talvez por perceber as razões pela qual não gostava tanto dele.... Hoje, quando penso nisso, fico triste... Ou talvez ele apenas estivesse com saudades da minha mãe. Prefiro ficar-me pela última hipótese para não me martirizar mais.

Mas, é ou não é um amor???

12 de outubro de 2007

Semana Doentia

Não hã nada melhor do que faltar ao trabalho por motivos de saúde. Disse a minha sogra "ah esta semana foram férias". Bom, antes fossem e eu estivesse em perfeitas condições para poder andar por aí ao relento a divertir-me mas, o meu divertimento chama-se CASA e foi nela que passei esta semana (quase) toda. Segundo a minha querida Dra. Pascale, foi-me diagnosticado um "virus". Apresenta-se com os sintomas de uma gripe mas, não é gripe. Agora, digam-me... como se explica a um patrão que não se vai ao trabalho porque estamos com "virus"??!!!! Saí do consultório ciente de que iria ter que ficar em casa a hibernar, estava proibida de apanhar sol, frio, correntes de ar, estar em contacto com ar condicionado... lamentavelmente estava destinada a passar o resto da semana a Leite quente com mel (porque é a única maneira que consigo beber leite), suminhos de laranja natural (porque precisava de vitaminas para liquidar este maldito virus) e abençoado Rocky que me fez uma companhia a 200%. Desde já o meu obrigado ao meu melhor amigo, sim, foi sem dúvida o meu melhor amigo nestes e em tantos outros dias. Estive de cama 2 dias seguidos e nesses 2 dias ele esteve sempre deitado do meu lado, como se soubesse que eu estava doente então, deixava-se ali ficar, deitado... como que dizendo "estou aqui a tomar conta de ti". Houve momentos em que me senti tentada a chorar... este cão é demais, é único e é nosso. Estou feliz... sinto-me abençoada!!!
Claro que estes dias de "quarentena" serviram para ver alguns filmes em DVD que tinha aqui em casa atrasados para ver, decidi passar o meu pc para a sala porque somos pobres e ainda não temos um leitor de DVD's... Assim, da cama passei para o sofá e lá fui recuperando o estupor do virus-maldito. Já me sinto melhor pois as dores que tinha no corpo, eram piores que reumático (ou não.... ). Não percam em breve as novidades artesanais que colocarei no meu outro Blogue... vocês sabem qual.

8 de outubro de 2007

Apanha da Tampinha

Há quem apanhe flores, há quem apanhe conchas, há quem apanhe banhos-de-sol mas, eu cá gosto de ser diferente das pessoas normais e gosto de apanhar tampas. Tive o previlégio de ter ido á praia 2 dias seguidos e enquanto passeava á beira-mar apercebi-me da quantidade de lixo que o mar tinha trazido. Só para terem uma ideia, esta 1.ª foto representa as tampas que apanhei em cerca de 15 minutos, num passeio pela Praia de Carcavelos, e não as apanhava todas. No primeiro dia limitei-me a encher os ténis com as tampas, no segundo dia já fui munida de uma saco plástico, estava decidida a apanhar o maior numero de tampas possivel. Sabem porquê, não sabem?

Já tenho estas tampinhas todas mas, ainda falta muito para chegar a uma cadeira de rodas...

4 de outubro de 2007

"Como se faz Xixi?"


"Aviso já que não admito gozações com a minha forma de fazer xixi. Sim, fazia xixi como as meninas mas, agora já sou um cão-homem e já levanto a patita de trás para fazer o meu xixi. Apenas tenho um problema que me gostava que esclarecessem: quando levanto a patita traseira para fazer a minha necessidade acabo com a patita da frente toda encharcada? Tenho vergonha.... Mal por mal, prefiro continuar a mijar como as meninas do que mijar as patas todas.
Ass: Rocky"

3 de outubro de 2007

Vem aí um Rapazote....


Apresento-vos o Filipe, está na barriguinha da mãe há 22 semanas e é o meu PRIMO! É um bébé saudavél que, segundo os especialistas tem o narizinho arrebitado da mãe e o resto é do pai. Fica apenas a importante informação de que é um bébé saudavél e que tem tudo para dar cabo de muitos corações femininos quando crescer.
Deixo aqui um beijinho muito grande á Mamã e outro para o Papá.